segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Can you take me Higher?


"
Can you take me Higher?
To a place where blind men see
Can you take me Higher?
To a place with golden streets
" Higher - Creed

Bem, estou de volta. Creio que muita coisa aconteceu e ainda está para acontecer na minha vida até o final deste ano. Meu mundo, realmente, não é mais o mesmo e confesso que isso é bom. A dor inevitavelmente mostra que estamos vivos e nos ensina, se estivermos dispostos a ouvir.

Meu pai faleceu em julho deste ano e confesso que além de inesperado, foi doloroso. É muito duro perder de uma hora para outra aqueles que amamos e que de forma pura e altruísta nos amam também. Além de um homem de moral ilibada, culto, sensível, foi um excelente pai, marido e amigo. Sim, meu pai foi, talvez, o meu melhor amigo, conselheiro, mentor, enfim uma perda irreparável.

Mas ele sempre me ensinou, como pessoa plenamente espiritualizada que era, que todos temos nossos ciclos, ou como ele mesmo dizia, nossos resgates espirituais. Dito isso, não gostaria que estivesse me lamuriando porque, na verdade, penso que macularia sua memória, já que sua vida foi recheada de realizações e superações, sintetizado no cumprimento do ciclo da vida: Plantou sua árvore, escreveu um livro e teve filhos.

Se há uma coisa que sempre admirei nele é que sempre foi sincero em suas opiniões. Isso não quer dizer que concordássemos sempre, muito pelo contrário, diria que em certos tópicos discordávamos bastante, mas sempre respeitou minhas decisões e mesmo quando o tempo mostrava que eu estava errado, sempre tive nele um ombro amigo. 

Talvez, seja por isso que esteja escrevendo este post de hoje, creio que se estivesse conversando com ele sobre o que se passa neste momento em minha cabeça ele diria : "Meu filho, resgate até onde der e depois siga em frente, mas seja como for, preste atenção nos detalhes, porque eles nos mostram muito". Creio que tenho prestado pouca atenção neles ou simplesmente não queira admitir que estão lá.

Seja como for, algumas mudanças, como disse, ocorrerão inevitavelmente nos meses que estão por vir e espero usar de toda minha percepção para saber como decidir quando o momento chegar. Por mais duro que este ano tenha sido, não posso negar que me trouxe agradáveis surpresas, seja profissionalmente, seja no plano pessoal, reforçando o ciclo natural da vida de constante renovação.

Escolhi como citação de hoje uma canção do Creed. O vocalista da banda tem um tom de voz igual ao do vocalista do Pearl Jam e quando conheci a banda foi exatamente porque confundi quem estava cantando. Bom, o importante é que esta música é muito bonita e apropriada para o momento que estou passando. No caso dos meus pais, diria que a pergunta do post já foi respondida há mais de 40 anos. Quanto a mim, continuo esperando encontrar a resposta.

Obrigado, meu pai, agradeço pelo homem que me fez ser hoje. 

Ouçam a canção, vale a pena. Até o próximo post.

"
The only difference is
To let love replace all our hate
...
Up high I feel like I'm alive for the very first time
Still up high I'm strong enough to take these dreams
And make them mine
Higher - Creed

2 comentários:

  1. Ótimo texto. E força, luz, e sabedoria, que tudo continuará bem. =)

    ResponderExcluir
  2. Lindo texto!!! Até me emocionei...

    ResponderExcluir